maratona-porto-2016-1084x567

Preparados para a Maratona?

No domingo (6 de Novembro), o Beat Your Limit! vai ter 5 atletas a participar na Maratona do Porto. Depois de meses de preparação, os nossos atletas vão enfrentar a distância rainha do atletismo de estrada. É o sonho de qualquer atleta de atletismo terminar uma maratona, não só por ser uma prova mítica, mas também por todas as sensações que a maratona proporciona.

O Kaká Jesus, o João Laranjeira e o Tiago Reitor já são repetentes nesta distância, mas o Pedro Santos e o Manuel Fonseca vão fazer a sua estreia. Depois de muito esforço e sacrífico, finalmente chegaram ao tão aguardado momento. Falamos com eles e procuramos saber como se prepararam, o que estão a sentir a poucos dias da prova e quais os melhores conselhos para quem se estreia.

14068459_1113928168684852_3888653481391679832_oDepois de um ano onde o Madeira Island Ultra Trail e o PT281+ foram o seu ponto alto, o Kaká quer terminar o ano competitivo com uma boa participação na maratona do Porto. Superação e paixão são duas palavras que o acompanham em cada prova. Quais serão as suas expectativas para a maratona?

Beat Your Limit! : Sendo a tua segunda maratona, quais as tuas expectativas?

Kaká : Tenho noção que o que treinei pode não chegar para fazer aquilo com que me comprometi, no entanto vou elevar a fasquia pois tirar 20 minutos ao tempo da minha primeira prestação é igual a dizer que tenho as minhas expectativas elevadas.

BYL! : Como decorreu a tua preparação para a prova rainha do atletismo?

Kaká : Foi uma preparação dura mas curta pois venho de um treino completamente diferente onde treinei para uma prova de 281km e apenas nos dois últimos meses é que o foco esteve na maratona. Foram sem dúvida nenhuma 2 meses de muitos sacrifícios, de muita dedicação e de levar o corpo ao limite. Dei tudo de mim e no final espero ser recompensado! Quero agradecer do fundo do meu coração ao meu treinador António Nascimento pois sem ele isto não era possível.

BYL : Qual o teu conselho para os atletas que se irão estrear na maratona?

Kaká : A todos aqueles que se vão estrear na maratona desejo uma boa prova. Encarem a distância com muito respeito, aproveitem cada quilômetro, respeitem todos os atletas e façam uma vénia a todos os que vão lá estar aplaudir. A vossa cabeça vai determinar o vosso final! Façam o favor de serem felizes e concretizem os vossos objetivos. Beat Your Limit NOW!

 

euCom dois Ironman no curriculum e com 3 participações na maratona, o João Laranjeira preparou-se durante 4 meses a pensar nesta prova. Quisemos saber como decorreu a preparação e como se sente a poucos dias da grande prova.

 

BYL! : Como  te preparaste para esta maratona?

João Laranjeira : Quem me conhece sabe que eu encaro o Desporto de uma forma bastante séria. Sendo o treino a base de qualquer modalidade, eu gosto de planear e controlar de forma minuciosa todo o meu treino. Foi esse controlo apertado que me fez mudar o plano que estava inicialmente delineado para esta maratona. Não sei se foi por causa do desgaste do primeiro macro ciclo da temporada, mas a verdade é que não consegui evoluir da forma esperada. A 6 semanas da maratona, juntamente com o meu treinador, Antônio Nascimento, tive que rever o planeamento do treino e adequamos da melhor forma para eu conseguir atingir o novo objectivo definido para esta prova. Em conclusão, a preparação não correu como eu queria, mas penso que fiz uma boa preparação para os novos objectivos definidos.

BYL! : À 4ª participação na maratona, ainda sentes a ansiedade nestes momentos antes da prova?

JL : Felizmente já tenho alguma experiência em provas onde somos colocados à prova tanto física como emocionalmente. No entanto, a maratona continua a ser a prova que mais gozo me dá participar. É a prova mítica do atletismo de estrada, o que leva muita gente à rua e estás junto a milhares de atletas que pretendem cumprir um sonho. Sinceramente, há já alguns dias que não penso noutra coisa…a maratona já tomou conta de mim!

BYL! : Quais os melhores conselhos para estes momentos antes da maratona?

JL : Desde muito novo que gosto de passar o dia anterior a um grande evento em casa. Não só para descansar mas para reflectir sobre todos os momentos que me levaram até ao grande dia. As dificuldadades, os sacrifícios, os momentos bons passados durante a preparação, tudo isso serve para me inspirar e motivar para o grande dia. Assim, o meu conselho passa por descansarem e prepararem a mente para o dia da prova. Durante a prova dou o conselho de serem felizes e de libertarem a mente por completo.

 

14522780_861499647320467_1762316097934766814_nCom já uma participação na maratona e com 2 ultra maratonas durante o ano de 2016, o Tiago parte para esta maratona com expectativas de baixar o seu record pessoal. Quais serão os reais objectivos do Tiago para esta prova?

BYL! : A poucos dias da prova, como te sentes física e psicologicamente?

Tiago Reitor : Sendo o mais directo e sincero possível, sinto-me bem quer na parte fisica como psicológica. O percurso de treino está realizado. Foi um longo percurso de preparação com o trail da Serra d’Arga, de 59km, pelo meio da preparação. Não é mentira que com o aproximar do dia da prova se sente uma certa adrenalina e ansiedade. Mas no fundo este “friozinho de barriga” é que nos faz mover e sentir mais ligados a conseguir alcançar o nosso objectivo.

BYL! : Quais os teus objectivos para esta prova?

TR : O objectivo é sempre o mesmo em todas as provas que me inscrevo e realizo. Em primeiro lugar o pensamento é terminar e disfrutar da prova, em segundo e não menos importante é ser melhor do que já fui e conseguir chegar ao meu limite de uma forma saudável e sustentável para o meu corpo. Tu é que defines e marcas o teu limite e num processo próprio de melhoria continua , o que fazes hoje tem de ser melhor do que fizeste ontem. Assim, o meu limite superior será o meu melhor tempo de maratona , 3h e 38min, e o meu limite inferior o tão bom e melhor que conseguir.

BYL! : Se tivesses que dar um único conselho a quem se estreia, qual escolherias?

TR : O conselho não poderia ser diferente da minha maneira de encarar as minhas provas. Foco no fim da prova, pois é para lá que caminhamos e nos propomos. O tempo que demoramos, digamos que é um “acessório” para aquilo que nos propomos e nos esforçamos, porque um dado garantido é que todos nós vamos esforçar-nos para fazer o melhor tempo.
Por outro lado, e em complemento, a ansiedade tem de ser controlada. É necessário abester do ritmo dos outros participantes e focalizar ao máximo naquilo que nos propusemos a fazer no nosso ritmo. Tu competes contigo próprio! BEAT YOUR LIMIT!

IMG_2431No ano passado uma lesão colocou fim a meses de preparação. O sonho da maratona ficaria adiado. Este ano o azar voltou a bater à porta do Pedro, no entanto desta vez não o conseguiu tirar da linha de partida. Depois de meses de preparação e com grande sacríficios por trás de todo o caminho, chega finalmente o grande momento. Estará o Pedro preparado para a sua estreia na maratona?


BYL!
: Preparado para a estreia?

Pedro Santos : Sim, preparado. Mas consciente de que numa prova destas há inúmeras variáveis em jogo e que tem de correr tudo bem para alcançarmos os objetivos.

BYL! : Quais os teus receios para a tua estreia nesta distância?

PS : A ansiedade julgo ser normal pelo facto de ser a primeira vez. Os receios são o vento e até o calor que podem fazer-se sentir mas principalmente a condição física a partir dos 30 kms.

BYL! : Já consegues visualizar o momento em que vais cortar a meta?

PS : Já fiz o percurso praticamente todo a correr, quer na meia maratona quer em treinos posteriores. E até já fiz o percurso mentalmente, mas o momento da meta é sem dúvida o mais esperado. No meu caso espero ver os amigos da minha equipa BYL! e claro a minha família (mulher e filhos).

 

manelNum ano onde ultrapassou vários limites, o Manuel decidiu desafiar-se novamente e participar na maratona. Com grandes esforços a nível profissional e familiar, o Manuel chega em boas condições à maratona. Quais foram as suas motivações para participar na maratona?

BYL! : Porquê a maratona?

Manuel Fonseca : A Maratona aparece como culminar de um ano repleto de momentos de superação. Depois de fazer provas de 10k, meia maratonas, Trails com neve e temperaturas negativas, a Maratona do Porto era a cereja no topo do bolo! Há um ano atrás, não me imaginava correr 1km, e domingo la estarei para tentar os 42km. Assim, o objetivo que pretendo alcançar é concluir a prova! Sei que pode parecer modesto para alguns mas para mim será, seguramente, colossal!

BYL! : Sendo a tua estreia, quais os sentimentos dominantes neste momentos?

MF : Neste momento o sentimento é de apreensão. Por um lado sinto confiança no trabalho sério que tentei desenvolver ao longo dos últimos 4 meses mas também há um sentimento de apreensão e respeito em relação a uma prova destas. De manhã o sentimento é de euforia, à tarde confiança, e à noite Pânico. Deve ser normal.

BYL! : Quais as dificuldades que esperas para conseguires atingir este grande objectivo?

MF : O maior receio é sofrer alguma lesão. Lesões à parte, acredito que a maior dificuldade numa prova destas é não cometer erros. Tenho a noção que um deslumbramento causado pela euforia inicial pode sair caro no ultimo terço da prova e espero conseguir “aguentar os cavalos” e tentar aguentar um meu ritmo de conforto, constante durante o máximo tempo possível.  A gestão ao nivel de hidratação e alimentação durante a prova também será seguramente um desafio para o qual não estou preparado e nesse sentido, pode ser um problema!

Cinco atletas, com expectativas diferentes, com preparações diferentes, com visões diferentes, mas em comum têm um mesmo objectivo…baterem os seus limites. Foram muitas e muitas horas de treino e de sacrifícios familiares para chegarem ao dia 6 de Novembro em condições de lutarem pelos seus sonhos.

Obrigado a todos por encherem de orgulho o nosso projecto e a nossa equipa.

#TUCOMANDASOTEUSONHO